Category: artigos
Como gerar vendas em lojas físicas através de força digital

Como gerar vendas em lojas físicas através de força digital

As vendas em lojas físicas também podem ser fortalecidas pelo digital, ou seja, elas não estão de fora da revolução tecnológica que estamos vivendo. Saiba mais!

Qual a importância de ser uma empresa multicanal?

Uma empresa multicanal faz uso de diversos meios de comunicação para interagir com o seu público. Ou seja, não estamos falando apenas de vendas, mas do contato recorrente com clientes que vão se engajar com a marca.

Ao conseguir manter esse contato por meio de diversos canais, a empresa tem vários benefícios, como:

  • feedbacks de clientes;
  • aumento de visibilidade;
  • aumento de vendas em lojas físicas;
  • geração de conteúdo pelos clientes.

Então, se você tem uma loja física, também pode e deve se aproveitar do que o digital traz de vantagens para o mercado. 

Afinal, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 97% dos brasileiros buscam informações na Internet antes de comprar em loja física.

Use estratégias para vender usando canais variados 

É verdade que a pandemia trouxe diversos desafios para os varejistas de lojas físicas. As medidas de restrição forçaram os empreendedores a criarem alternativas para conseguir manter o seu negócio funcionando.

Nesse sentido, a Internet foi e tem sido uma grande parceira para vender mais e manter a cartela de clientes ativa.

Agora, você deve se perguntar: “com o mundo de possibilidades que a Internet oferece, qual canal escolher para a minha loja?”. A resposta para essa pergunta depende do seu público e de onde ele está.

Assim, analise o perfil de clientes do seu nicho e veja se o canal ideal para interação com o seu público é o WhatsApp, Instagram, TikTok ou alguma outra rede social. O e-mail marketing também deve ser considerado, pois é um dos canais onde mais ocorrem as conversões.

Além disso, há a possibilidade de utilização de site.

Após decidir quais são os melhores canais para o seu negócio, é hora de criar estratégias para cada um. Será necessário levar em conta as particularidades do canal e o que o seu público espera de você, para alcançar vendas em lojas físicas.

Como lidar com tantos canais para vendas em lojas físicas?

A empresa multicanal precisa lidar com a análise e coleta de dados de cada um dos canais que escolheu trabalhar. E isso parece ser bem trabalhoso, não é mesmo?

Contudo, a tecnologia surge, mais uma vez, com soluções. É possível integrar os canais e controlá-los sem que você se perca ou negligencie algum. Você pode utilizar softwares de gestão ou nuvem de dados.

Além disso, as agências de marketing, como a Adtail, podem agilizar o processo de integração, além de criarem estratégias para que o uso de vários canais as vendas em lojas físicas sejam potencializadas.

Como utilizar o digital para fortalecer a minha marca?

Não adianta apenas colocar a sua marca nos canais sem estratégias que levem a vendas em lojas físicas. O meio digital é poderoso para quem sabe usufruir dele.

Portanto, o branding de sua loja física só será fortalecido pelos canais do digital se você seguir estratégias objetivas e bem planejadas. Quer saber como? A gente explica a seguir!

1. Alimente as redes sociais frequentemente

Com a popularização dos smartphones, os brasileiros se tornaram heavy-users de redes sociais e realmente gostam de passar o tempo nelas. 

Para as vendas em lojas físicas, elas são excelentes. Pois influenciam o comportamento de quem faz uso delas com linguagem simples. E, muitas vezes, bom humor.

Você pode aproveitar as redes sociais para convidar o público a visitar a loja, informar sobre promoções, realizar parcerias com influencers de seu nicho e tirar dúvidas sobre o seu produto ou serviço.

Com o engajamento em alta, sua loja física é mostrada para outras pessoas que são seus clientes em potencial.

2. Produza conteúdo útil 

As pessoas já não querem mais um simples vendedor, mas um consultor que ofereça soluções práticas para as suas vidas. Por isso, o marketing de conteúdo faz toda a diferença na hora em que os clientes decidem comprar.

Dessa forma, conheça bem o seu público para criar conteúdos que falem diretamente com ele e resolva suas dores. Você pode fazer isso de diversas maneiras, como:

  • blog;
  • site;
  • vídeos;
  • podcasts;
  • posts de redes sociais;

Sua marca se tornará uma referência no nicho. Fazendo com que as pessoas se lembrem dela quando decidirem comprar um produto ou serviço.

3. Invista em anúncios e crescimento orgânico

Para ser visto na Internet, seu negócio pode recorrer a duas formas: anúncios pagos e técnicas de SEO. Os dois são úteis e trazem resultados se aplicados da maneira correta e com planejamento.

Ao investir em anúncios, você pode segmentar seu público e focar em quem realmente se interessará por sua marca. Os resultados são rápidos.

Por outro lado, para perceber um crescimento orgânico, será necessária uma estratégia de médio e longo prazo. Estamos falando de técnicas de SEO que tem o objetivo de posicionar sua página nos primeiros lugares do Google.

Conheça outras estratégias para levar mais pessoas à sua loja

Além das estratégias que explicamos acima, existem outras que fazem a diferença nas vendas em lojas físicas. Elas conquistam mais clientes que percebem sua organização e credibilidade. 

Confira!

1. Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita que trabalha o SEO local e mostra seu negócio para quem está perto de você

Funciona assim: você cria o perfil de sua loja com fotos, horário de funcionamento e localização. Depois, seus clientes avaliam seu serviço com notas e comentários. 

Sua loja aparecerá na página do Google, bem como no Google Maps. Bem legal, né?

2. Padronização de preços

Tenha muito cuidado ao precificar, pois se seu valor for muito acima do online, as pessoas não comprarão em sua loja. 

Caso contrário, com um preço competitivo, as pessoas vão preferir já sair com o produto em mãos do que ter que esperar a entrega do online.

3. Vantagens para quem compra na loja

Não é porque sua loja é física que você não possa vender online!

Quer saber como? Você oferece a possibilidade de compra pela Internet, desde que aconteça a retirada do produto na loja física. Assim, todos têm a ganhar: sua empresa que vende no meio digital e os clientes que economizam com o frete.

Não acabou! Quando o cliente vai à loja, ele tem a chance de ver mais produtos e sair de lá com uma nova compra.

Gostou do conteúdo e precisa de ajuda para criar estratégias que mostrem a sua marca online? Ou quer migrar para o digital?

Então, conheça a Adtail, uma agência de marketing focada em performance e presença digital, que tem o melhor time de especialistas.

A Adtail ajuda seu negócio a crescer com o desenvolvimento de estratégias multicanais. Visite o site e saiba mais!

Marketplace principais vantagens e desvantagens

Marketplace: conheça as principais vantagens e desvantagens

O marketplace está na moda. Ele facilita a vida de lojistas que não sabem como começar e oferece apoio para vendas. Mas, também existem muitas desvantagens. Confira!

O que é marketplace?

Você sabe o que significa marketplace? Bom, o marketplace é um modelo de negócio que funciona como um shopping virtual.

Portanto, como a própria tradução indica, marketplace é uma plataforma digital que reúne diversas lojas em apenas um local. Assim, diversas marcas e vendedores se encontram no mesmo local.  

Só para ilustrar, exemplos famosos são o Mercado Livre, Marketplace Facebook (Meta) e Amazon.

Existe diferença entre marketplace e loja virtual?

Antes de tudo, saiba que tanto o marketplace quanto a loja virtual são parte do que chamamos de e-commerce (comércio eletrônico). Entretanto, os dois apresentam modelos de funcionamento diferentes.

Mais uma vez, o marketplace agrupa vários vendedores que utilizam da mesma plataforma para vender seus produtos e serviços. Então, quem cuida do marketing e da logística é o administrador do marketplace. 

É importante lembrar que o dono do marketplace cobra uma taxa de comissão das vendas. Ou, uma mensalidade para a hospedagem da loja.

Por outro lado, a loja virtual é de apenas um vendedor. Em consequência, esse vendedor cuida sozinho ou com ajuda de uma agência de marketing de diversos aspectos. Entre eles, estão o branding, a logística e a experiência do usuário.

Por que utilizar o marketplace?

Veja bem, especialmente após o isolamento social, o marketplace no Brasil e no mundo tem ganhado expansão.

E mais, além do contexto de pandemia, existem outros fatores que fazem os lojistas procurarem um marketplace para vender seus produtos. Isto é, estamos falando de vantagens para quem quer um apoio no seu processo de vendas.

Confira três delas a seguir!

1. Maior visibilidade

Se sua loja é nova, o marketplace para vender pode ser o seu melhor lugar. Afinal, você ainda está construindo sua cartela de clientes. E o marketplace é visto por um alto número de usuários da Internet.

As plataformas já possuem um público consolidado. Então, se tornar uma opção de compras no site expõe a loja a um maior número de compradores em potencial.

2. Aumento das vendas

Consequentemente, quanto mais visibilidade, há o aumento de vendas. Imagine que uma pessoa precise comprar uma cadeira. Ao acessar o marketplace, ela encontrará modelos em lojas já famosas no mercado. Bem como em lojas iniciantes.

3. Crescimento do negócio

Dentro do marketplace, você é encontrado por pessoas de diferentes lugares e perfis. Dessa forma, a diversidade de público possibilita a venda de novos produtos. Que vão satisfazer nichos específicos.

Essa é uma forma de desenvolver seu negócio e se destacar no mercado.

Por que NÃO utilizar o marketplace?

Bom, a verdade é que nada é perfeito. O marketplace também pode apresentar problemas que trazem dor de cabeça para você. Por isso, separamos algumas desvantagens desse modelo de negócio. Para você pensar muito bem antes de entrar. 

Continue a leitura!

1. Dependência da plataforma

Isso mesmo, apesar dos benefícios em oferecer seus produtos no marketplace, existe o lado da dependência da plataforma. Que pode ser um entrave para a sua empresa.

Há o risco de aumento de taxas e comissões sem que seu negócio esteja preparado financeiramente para a mudança. E mais, outra coisa que pode acontecer é o marketplace encerrar suas atividades. Deixando sua loja sem canal de venda.

Daí, o melhor é montar sua própria loja virtual.

2. Layout e processos engessados

Como o marketplace precisa atender a uma variedade de lojistas, ele precisa trabalhar com layouts e processos padronizados. Essa é uma tentativa de enquadrar todas as lojas de forma igualitária.

No entanto, isso gera layouts e processos engessados. Que apresentam pouca inovação e criatividade. Além disso, há pouca ou nenhuma possibilidade de personalização de páginas e campos de informação.

Em uma loja virtual, você tem liberdade para esses aspectos.

3. Falta de personalização

Justamente por atender muitos lojistas, as lojas ficam sem personalidade. Quase não é possível trabalhar as cores, linguagem ou layout da landing page para que o usuário reconheça sua marca.

Isso afeta seu desempenho em ser reconhecido nas redes sociais e em estratégias de recompra. 

Do contrário, com uma loja virtual, há personalização. E a identidade da marca é facilmente entendida e reconhecida pelos usuários.

4. Redução de lucratividade

Com as taxas que, muitas vezes, são altas, há também a redução de lucratividade. Uma parte das vendas é direcionada para o marketplace. Então, é preciso prever essa porcentagem no seu planejamento e evitar um descontrole financeiro.

Como há a possibilidade de comparação dentro do próprio site, diversos fatores se tornam mais competitivos. Inclusive o preço.

Então, o marketplace é o melhor lugar para o seu negócio? Ou prefere abrir uma loja virtual?

Como escolher a melhor plataforma de marketplace?

Se mesmo após saber das desvantagens, você quiser ingressar no marketplace, precisa considerar alguns aspectos na hora de escolher uma plataforma. Tais como:

  • seu tipo de negócio (B2B, B2C ou C2C);
  • funcionalidades da plataforma;
  • grau de personalização da plataforma;
  • suporte e atendimento ao seu negócio.

Após considerar esses aspectos, estude e analise os marketplaces que mais chamaram a sua atenção para decidir qual a melhor opção. Tenha em mente que não existe o marketplace perfeito. E os problemas de engessamento que eles têm.

Otimizações: SEO na plataforma

Mesmo que os marketplaces já trabalhem com estratégias de SEO e se apresentem como autoridades, você pode realizar otimizações para potencializar a compra e venda.

Infelizmente há pouca autonomia para se destacar no Google quando se usa o Marketplace. No entanto, é possível realizar otimizações internas na ferramenta.

Entre elas, está o uso de palavras-chave, que devem partir de um estudo anterior sobre as buscas dos usuários na Internet. Insira essas palavras-chave no título e descrição do produto.

Outros pontos importantes estão listados abaixo.

  • Otimização de imagens.
  • Meta-tags.
  • URLs amigáveis.
  • Descrições exclusivas, únicas e com uma boa densidade de informações sobre os produtos.

Adtail: a agência perfeita para aumentar suas vendas

Se você deseja vender na Internet fora do marketplace e criar seu próprio site, conte com uma agência de marketing que saiba o que fazer, como a Adtail.

A Adtail atende diversos segmentos dentro do digital e cria soluções com muita inovação e criatividade.

Então, conheça a agência e fale com um especialista. Você vai descobrir como sua loja virtual pode entregar resultados com estratégias focadas em alta performance.

Importância de ser uma empresa multicanal

A importância de ser uma empresa multicanal

Você entende o que é, de fato, uma empresa multicanal? Sabe o que é preciso fazer para se tornar uma? Nós temos as respostas para essas perguntas. Continue a leitura!

O que é uma empresa multicanal? 

Uma empresa multicanal é uma organização que faz proveito de vários meios de comunicação para interagir com o seu público. Dessa forma, a empresa busca atingir seus objetivos de venda e engajamento com os consumidores.

As organizações que apresentam essa preocupação, tem o que podemos chamar de presença multicanal. Elas são encontradas nos canais em que os clientes e clientes em potencial estão, além de atuarem de forma ativa.

Por que diversificar os canais de comunicação? 

Como o próprio nome indica, as empresas multicanais estão em variados espaços de interação. Mas você sabe porque diversificar os canais de comunicação?

A resposta está nas novas possibilidades de meios de diálogos que a tecnologia traz para o mundo. Cada vez mais, a população jovem encontra lugares fora do âmbito físico para interagir, se informar, estudar, vender, comprar…

Além disso, as várias possibilidades criam nichos que se identificam com canais específicos. Por exemplo, nas redes sociais, já sabemos que existe um grupo de jovens que prefere usar o TikTok ao Facebook, não é mesmo?

Assim, uma empresa que deseja acompanhar seus clientes de perto, precisa usar diversos canais para alcançar os vários segmentos de seu público.

O poder de uma empresa multicanal 

Quando afirmamos que uma empresa multicanal busca interagir com seu público, não estamos falando apenas de compra e venda. Na verdade, há muitos aspectos relacionados à presença multicanal de um negócio. 

É claro que a página de um e-commerce vai principalmente realizar vendas. Contudo, especialmente no espaço digital, existem várias frentes que podem ser abordadas para objetivos diferentes.

Por exemplo, ao construir um blog, sua empresa educa os consumidores e os atrai para a sua marca. Ao utilizar redes sociais, a empresa gera conexão e identificação com o público que, muitas vezes, contribui com a geração de conteúdo.

Em outras palavras, uma empresa multicanal tem o poder de trabalhar o branding para conquistar consumidores.

Por que a minha empresa deveria ser multicanal?

Se ainda tem dúvidas se a sua empresa deveria ser multicanal, nós separamos 4 vantagens que vão fazer você querer aplicar essa estratégia em seu negócio agora mesmo.

Vamos lá!

1. Proximidade com o público

Tenha em mente que a sua audiência já é multicanal. Então, para ter contato com ela, é preciso ir aonde ela está. 

Nesse sentido, faça pesquisas para saber quais são os canais usados pelo seu público e crie estratégias de marketing. Cada canal tem suas particularidades, e é preciso estar atento a isso na hora de criar as ações.

2. Facilidade para receber feedbacks

Com a proximidade com o público, fica mais fácil receber feedbacks sobre o seu serviço em geral. Eles darão uma visão ampla de como anda a satisfação e a experiência do usuário.

Depois de analisar as avaliações feitas nos vários canais, é hora de construir estratégias que buscarão reforçar os acertos. Além disso, os feedbacks mostrarão onde se deve direcionar esforços para corrigir erros.

3. Aumento da satisfação do público

Imagine que seu cliente tem um problema e precisa entrar em contato com você. Ele simplesmente pega o celular que está ao seu lado e, em um instante, usa o WhatsApp para falar com o SAC de sua empresa.

Essa é uma facilidade que não existia no passado, onde a resolução de problemas dependiam de processos mais demorados, como loja física ou telefone.

Mais uma vez, facilite o caminho do público utilizando canais que ele usa.

4. Aumento da taxa de conversão

Uma empresa multicanal tem maior alcance. Afinal, ela é encontrada em vários meios e trabalha para produzir conteúdo de qualidade. Logo, a taxa de conversão tende a aumentar. 

Se sua empresa aplicar técnicas de SEO, o tráfego em seu site e as vendas aumentarão ainda mais!

Como se preparar para ser uma empresa multicanal 

Agora que você já sabe quais são os motivos para se ter uma empresa multicanal, deve querer saber como se preparar para ser uma. Desse modo, veja as 4 dicas a seguir.

1. Contratação de equipe familiarizada com os canais

Primeiro, é fundamental contratar uma equipe que entende e executa ações através de e-mail, redes sociais e mídia paga. Existem agências de marketing digital que contam com esses especialistas, como a Adtail.

A agência saberá o que fazer para que suas estratégias estejam nos lugares corretos e sejam fortes na presença multicanal.

2. Verificação do orçamento disponível

Para evitar surpresas, não deixe de fazer um levantamento de qual é o orçamento disponível para se transformar em uma empresa multicanal. 

Essa é uma estratégia que apresenta várias operações, como o investimento em tráfego pago e a produção de conteúdo. Faça um mapeamento de todas as ações e inclua os custos em um planejamento.

Por fim, não deixe de analisar os resultados através de métricas, como as do Google Analytics para descobrir se as estratégias estão trazendo o retorno esperado.

3. Infraestrutura

Você estará lidando com vários canais ao mesmo tempo. Assim, será necessário uma infraestrutura para integrar todos eles e não se perder. A tecnologia traz soluções como nuvem de dados e softwares de gestão.

4. Procedimento Operacional Padrão (POP) 

O Procedimento Operacional Padrão (POP) tem o objetivo de padronizar e detalhar as tarefas que são feitas na empresa, como se fosse um roteiro.

Como são muitos canais para gerenciar, o POP alinha a equipe, economiza recursos e gera eficiência operacional. 

Para criar o POP, tenha o objetivo claro e defina o seu formato.

Transforme sua empresa multicanal com os especialistas da Adtail

Finalmente, chegou o momento de criar estratégias para a sua empresa multicanal! Nesse sentido, já falamos sobre a importância de contar com uma equipe de especialistas que garantirão técnica e criatividade.

Por isso, você precisa conhecer a Adtail, uma agência de marketing digital com experiência em presença multicanal. A equipe de especialistas entra em seu projeto e se baseia em dados para ajudar você a alcançar a melhor performance.

Gostou dessa solução? Então entre em contato e fale com um especialista em empresa multicanal agora mesmo!

ESCRITÓRIOS:


Porto Alegre:
Rua Dona Laura, 320 12º andar

Rio Branco - Porto Alegre - RS
CEP: 90430-090
Telefone: +55 (51) 4009.5510

São Paulo:
Av. Nações Unidas, 11.857 - 8º Andar

Brooklin - São Paulo - SP
CEP: 04578-908
Telefone: +55 11 5093 2403

NAVEGUE:


Nossa agência
Clientes
Certificações
Carreiras

ASSINE A NEWS:


SERVIÇOS:


Conteúdo Digital
CRM
Data Intelligence
Gestão de Consultoria SEO
Mídia Paga
Planejamento Estratégico
Produção Criativa

CANAIS OFICIAIS:


Fale Conosco

Leia nossa política de privacidade.


Copyright © 2020. Adtail Marketing Digital - Todos os direitos reservados.

Youtube
Vimeo
Google Maps