Category: Sem categoria

Corrida para o Digital na pandemia: pesquisa aponta insights do primeiro semestre

Passamos da metade de 2020 e continuamos num cenário de incertezas em relação à pandemia da Covid-19 e à crise sanitária e econômica causada por ela. uma coisa é certa: a quarentena apenas acelerou um movimento em que muitas empresas já vinham trabalhando – e outras postergando. Do dia para a noite, muitas marcas se viram precisando reinventar seus processos e estratégias, dando mais atenção ao digital. 

Aqui na Adtail, realizamos uma pesquisa para observar os impactos das tomadas de decisão, o envolvimento dos colaboradores nas mudanças necessárias em um cenário de crise, investimento e os resultados obtidos primeiro trimestre da pandemia (março, abril e maio). 

Participaram da pesquisa 46 empresas, de 15 segmentos, no período de cerca de um mês e meio (17/04 à 03/06).

Impacto nas lojas físicas

O fechamento das lojas físicas para contenção da curva de contaminação da Covid-19 por tanto tempo foi a maior preocupação para as empresas por impactar diretamente no volume de vendas, principalmente aquelas cuja fonte de receita principal sempre foram os pontos de venda. Das participantes com lojas físicas, 80% tiveram lojas parcial ou completamente fechadas.  Isso as obrigou a investir mais e mais rápido no digital, que passou a ser a fonte principal de receita (ou até mesmo a única). 

Agilidade e Sucesso

Para compreender melhor como a rapidez nos processos de decisão afetou os resultados, perguntamos o que havia mudado na rotina das empresas nas resoluções envolvendo ações de marketing digital. 

Para as que já tinham e-commerces, por sua característica dinâmica própria, o cenário de pandemia não deixou os processos mais lentos. Eles passaram a ser ainda mais ágeis ou não houve grandes alterações. Já para sites em que o foco não se trata necessariamente de vendas, devido ao impacto da crise no mercado B2B, a tomada decisão está mais lenta.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Ou seja, as empresas que se adaptaram mais rapidamente ou aquelas cujo planejamento já estava em processo mais avançado em termos de digital apresentaram melhores resultados.

Participação dos times 

Outro fator importante abordado na pesquisa foi a participação das equipes nos processos criativos de decisão e como isso afetou os resultados.  

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

No e-commerce:

89% das empresas que tiveram o envolvimento do time na geração de insights apresentaram aumento nos resultados. Já aquelas que não tiveram mudanças no processo, somente 63% registrou aumento de vendas.

A pesquisa mostra que as empresas que apresentaram melhor desempenho no período foram cujos times tiveram maior envolvimento, possibilitando uma visão mais ampla, mais alternativas e consequentemente mais rapidez.

Reflexos do investimento em marketing digital no período

Não existe uma resposta definitiva e única sobre os resultados das frentes digitais no período. A única certeza é que o segundo semestre já não trará um cenário tão desconhecido assim. Claro que é preciso observar mais que as variáveis analisadas nesta pesquisa. Mas o que percebemosem geral, é que as empresas que foram capazes de se adaptar, se organizar e se planejar no período, com rapidez e foco em relacionamento com clientes e colaboradores, conseguiram obter resultados positivos mesmo em tempos de crise, mantendo a saúde do seu negócio e o fôlego. 

O que se destacou no 1º dia de Fórum 2020

O primeiro dia do Fórum E-commerce Brasil 2020 começou com tudo! Foram mais de 15 mil participantes em pouco mais de 4 horas de evento totalmente online. 

Posicionamento importa? De Londres, o gigante Washington Olivetto abriu o circuito de palestras e falou sobre tendências de marketing neste momento de pandemia. Entre as falas de destaque, o publicitário esclareceu que o posicionamento político para marcas funciona quando é transparente e verdadeiro, e que existe uma diferença nítida entre oportunismo e oportunidade. Neste momento, as empresas que se preocuparam mais em informar do que vender se deram melhor no mercado com o público.

Desafiando os grandes players! Sucharita Kodali, vice presidente da Forrester Research, deu uma aula sobre estratégias de marketing em grandes players como Google, Facebook e Amazon. O alerta que ela deixou foi para a dependência de marketplaces para ter volume de vendas, que é uma operação arriscada principalmente se você é um varejista com pouco orçamento. E lembrou ainda que nem sempre você precisa estar focado nas grandes plataformas, e sim, buscar alternativas em outras mídias que atendam seu público. 

Personalização e nicho para crescer. Na sequência, Chris Anderson reforçou o discurso que nós vivenciamos no dia a dia: a chave está na long tail. O escritor, que já lançou diversos livros sobre o tema, abordou questões fundamentais sobre essa teoria e contou como estratégias que saem do mercado de massa e vão para o mercado de nicho podem funcionar para marcas e consumidores. Youtube, Amazon e Netflix foram alguns dos exemplos citados para explicar o poder do tratamento de dados orientado à adequação para uma grande volume de grupos nichados de consumidores.

Quer testar como isso pode ser aplicado na sua estratégia de marketing digital? Teste a eficiência e escalabilidade de conversão com palavras-chave específicas na sua campanha de Google Ads e compare com termos amplos e genéricos que têm maior volume de buscas.

Uma aula de cases com Magalu! Pra quem ama ouvir bons cases, Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza, trouxe exemplos de como a empresa conseguiu aproximar ainda mais os clientes e fazer com que as vendas de e-commerce triplicassem durante a pandemia. Criar memória de marca é parte da fórmula de sucesso e para isso dois pontos são fundamentais:

  • Estar atento a movimentos sociais e se envolver com eles de forma agregadora, estando preparada para ouvir o público e se adequar – como foi o caso do botão de denúncia de violência doméstica.
  • E se dedicar para oferecer aquele “carinho a mais” nas mensagens enviadas ao cliente pelo WhatsApp, lembrando de datas como seu aniversário.

Novo consumidor = novos relacionamentos? Fechamos o dia assistindo à dupla Vala Afshar, da Salesforce, e Ricardo Dias, da Ambev, que trouxeram muito humor no painel sobre o Impacto do Novo Consumidor. Afshar enfatizou que o mindset do momento é centrado no cliente, suas necessidades e comportamentos. Deixando a dica de três filtros que as empresas precisam para gerar conversão: relevância, segurança e acessibilidade. Para ajudar no entendimento sobre a real importância da construção de relacionamento entre marca e cliente, os palestrantes fizeram uma comparação relacionamentos amorosos, dizendo que a troca de dados é essencial na evolução em um segundo ou terceiro encontro, para criar intimidade e, finalmente, haver um casamento. 

Ricardo encerrou o dia recomendado que as marcas busquem inovação para experiências do consumidor nesse “novo normal” ou então ficarão para trás. 

É hora de humanizar os dados! Último dia de #Forum2020

O terceiro e último dia do Fórum E-commerce Brasil 2020 não podia ter sido mais inspirador!

A sequência de palestras trouxe reflexões sobre presente e futuro com muito olhar para a humanização e empatia. Entre as principais preocupações dos lojistas está o aproveitamento de conteúdo da loja física para o digital. Segundo Benjamim Thompson, da Endeavour Drinks Group, criando conteúdo, entretenimento e inspirações para engajar os clientes e manter a relação sendo consultores de informação. Para marcas que disponibilizam atendimento personalizado em loja física, como no segmento de vinhos, a solução foi criar conteúdos online para manter essa consultoria, vídeos com dicas e sugestões, influenciadores com receitas, como Thompson contou.

Rodolfo Chung, da Ambev, contou sobre como a empresa Zé Delivery, do grupo, teve seu auge por estar preparada antecipadamente para a demanda durante a quarentena. Ele destacou que a pandemia não criou nenhuma tendência totalmente nova, ela só acelerou o que a gente já vinha percebendo e trabalhando. Neste cenário, antever necessidades é fundamental para montar estratégias para o futuro.

Representando a Dafiti, Philipp Povel e Malte Huffmann dividiram a tela para compartilhar informações sobre dados e inteligência artificial no mercado eletrônico. Para Philipp. o Brasil não tem uma estratégia dedicada de inteligência artificial, mas estamos crescendo nisso. E é importante para empresa e consumidor, porque quanto mais dados uma empresa gera, melhor o conteúdo oferecido, maior o lucro: gera um ciclo virtuoso. E Huffmann alerta para um passo anterior:

“Para começar a trabalhar com inteligência artificial é preciso, primeiro, mudar o mindset de toda a equipe e estar capacitado digitalmente para isso.”

Rappi e Mercado Livre, duas empresas com atuação notável durante a quarentena, estiveram juntas no mesmo painel para compartilhar experiências. Luiz Augusto Vergueiro, do Mercado Livre, defende que a experiência do comprador precisa ser muito próxima à que ele tem na loja física, de quando sai feliz com o produto em mãos. E dá dica para quem vai começar e commerce:

“Esteja sustentado na tecnologia, com processos muito bem desenhados e definidos, com pessoas conectadas ao seu propósito”.

Fernando Vilella, da Rappi, acrescenta que e você entrega uma experiência “wow”, o cliente ainda compartilha com os amigos, gerando o um círculo. E aponta a vantagem das Dark Stores (no caso da Rappi, trouxe para o Brasil o conceito de Dark Kitchens): não existem preocupações com ponto físico, como relevância da localização, estrutura do ponto de venda, mobiliário, arquitetura etc. É um formato eficiente, em que você tem o ganho logístico e financeiro, porque o custo de tudo diminui.

A palestra mais emocionante do dia trouxe para consideração de forma prática tudo o que estava sendo dito em unanimidade no evento: precisamos estar próximos das pessoas. Suzana Apelbaun, brasileira diretora criativa do Google, mostrou a importância de analisar seres humanos antes de analisar dados para ter insights mais efetivos – e afetivos. Para ele, o consumidor está cada vez mais esperto, ele percebe quando você não está sendo autêntico.

No encerramento, deixou uma reflexão:

“As expressões mais buscadas todos os dias no Google Translate são: ‘como vai’, ‘obrigado’ e ‘eu te amo’. Isso mostra que as pessoas estão em busca de conexão, gratidão e amor. E, nesses tempos em que estamos vivendo, saber disso nos inspira a seguir.”

Mais dados surpreendentes foram apresentados por Fábia Juliasz, de pesquisa da Rede Globo, principalmente sobre o aumento do consumo por entretenimento com crossmedia, ou seja, com grandes impactos nas diferentes redes sociais, assim como um comportamento inesperado de público: os mais velhos se digitalizaram e os mais novos, avessos à mídias tradicionais, se abriram para a possibilidade da TV aberta. Segundo a pesquisa apresentada, atributos sociais passaram a ter mais peso na decisão de compra e consumo; 65% passou a consumir de quem se posicionou positivamente, e não com viés oportunista. 

O tão aguardado Steve Wozniak, cofundador da Apple, encerrou o evento cheio de inspirações bem humoradas. Ele valorizou o esquema open source, que diz que se você cria uma coisa, tem que abrir para outras pessoas agregarem, trocarem. Segundo ele, o excesso de controle prejudica todos. E deixou uma recomendação que podemos usar para refletir e aplicar neste momento:

“Tudo o que eu fiz na minha vida que foi produtivo, tinha o humor como base. Mesmo que você esteja fazendo algo que você não gosta de fazer. (…) Seja transparente em tudo que você fizer na sua vida. Verdade é a essência. Se alguém tiver uma ideia melhor, abra a mente, escute, reconheça, incorpore novas ideias, seja honesto”

ESCRITÓRIOS:


Porto Alegre:
Rua Dona Laura, 320 12º andar

Rio Branco - Porto Alegre - RS
CEP: 90430-090
Telefone: +55 (51) 4009.5510

São Paulo:
Av. Nações Unidas, 11.857 - 8º Andar

Brooklin - São Paulo - SP
CEP: 04578-908
Telefone: +55 11 5093 2403

NAVEGUE:


Nossa agência
Cultura

Soluções
Clientes
Certificações
Carreiras

ASSINE A NEWS:


SERVIÇOS:


Conteúdo Digital
CRM
Data Intelligence
Gestão de Consultoria SEO
Mídia Paga
Planejamento Estragégico
Produção Criativa

CANAIS OFICIAIS:


Fale Conosco

Leia nossa política de privacidade.


Copyright © 2020. Adtail Marketing Digital - Todos os direitos reservados.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google